A Influência da Pandemia na Competitividade das Empresas

  • Blog Header Image

Conforme o Anuário de Competitividade Mundial de 2019, o Brasil ocupa o 59º lugar dentre 63 países. Isso significa que mesmo antes da pandemia o país já tinha dificuldades nesse quesito, o que só foi agravado pela crise causada pelo COVID-19.

Isso fica evidente ao visualizar uma pesquisa do SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas). Ela aponta que 31% das empresas nacionais tiveram que mudar sua forma de funcionamento e se reinventar para manter a saúde financeira durante a pandemia.

Essa situação impacta diretamente na competitividade das organizações. Isso porque mais de 10 milhões de negócios tiveram que fechar temporariamente, o que favorece outras empresas do mesmo setor. Mas além disso, existem diversos outros fatores que influenciam esse cenário. Continue a leitura e confira.

 

O que é a competitividade no mercado globalizado?

Competitividade é geralmente vista no contexto econômico. Sendo considerada a habilidade de uma empresa de cumprir sua missão com mais sucesso do que os seus concorrentes.

Nessa perspectiva, significa obter margem de lucro igual ou superior aos seus adversários de mercado.

A competitividade no mercado globalizado visa melhorar continuamente toda a relação da cadeia entre a empresa e o consumidor final. Prestando serviços em tempo real aos clientes a qualquer hora e em qualquer lugar. E com o aumento contínuo da fidelização de clientes, a rentabilidade será mantida em um nível ideal.

 

Qual a importância da competitividade?

A competitividade é importante pois possibilita que os clientes percebam o diferencial de uma empresa. Ao se destacar da concorrência uma organização pode obter melhores resultados.

Além disso, permite que você aprenda mais sobre o mercado de atuação, crie autoridade e transmita valor para o seu público-alvo.

Ao se tornar referência no setor, a empresa fideliza e atrai cada vez mais novos clientes, aumentando a rentabilidade e promovendo o crescimento saudável da organização.

Ademais, a competitividade é importante para equilibrar o mercado, promover a livre concorrência e fornecer mais opções para os consumidores.

 

Como a pandemia interferiu na competitividade?

A pandemia prejudicou a competitividade de algumas organizações e favoreceu a de outras. Isso porque o faturamento de alguns setores despencou e os custos de crédito aumentaram. Sendo que, conforme estudo do SEBRAE mais de 50% das empresas entrevistadas tentaram, mas não conseguiram um empréstimo.

Empresas de serviços e produtos de primeira necessidade tiveram seus negócios impulsionados pela pandemia. Enquanto outros considerados supérfluos pelos consumidores tiveram queda na procura.

Outro impacto da pandemia foi a desvalorização do real em relação a outras moedas. Isso afeta a competitividade das organizações que precisam exportar produtos e matérias-primas, tendo em vista que para manter a margem de lucro precisam aumentar os preços.

Dessa forma, as empresas fabricantes que utilizam somente matérias-primas nacionais têm maior vantagem. As instituições exportadoras também são beneficiadas por esse cenário.

Além disso, muitas empresas foram afetadas pelas medidas de contenção impostas pelo governo, o que interferiu diretamente no volume de vendas.

Desse modo, instituições que tiveram estruturas para migrar sua atividade para o digital obtiveram maior vantagem competitiva. Isso porque conforme aponta uma pesquisa 71% dos brasileiros aumentaram o número de compras online após a pandemia.

 

Como se preparar para manter-se competitivo?

Como a pandemia ainda não acabou e não há previsão de término, o melhor a se fazer é tomar medidas para manter a competitividade em meio à crise e se preparar para adversidades futuras.

Confira abaixo algumas dicas para permanecer competitivo:

Promova ações de marketing

O clichê ‘quem não é visto não é lembrado’ é válido. Invista em ações de marketing e mantenha seus clientes sempre informados.

Garanta que o seu público saiba quais são os horários de funcionamento do seu negócio, promoções e todas as modificações feitas para atendê-los com segurança nesse momento de pandemia.

 

Atraia novos clientes

Mais importante do que manter os clientes que você já possui é atrair novos. Reserve um tempo para gerar leads (pessoas com interesse nos seus serviços/produtos), invista em marketing de conteúdo, SEO e, se possível, em anúncios na internet.

Dessa forma, você pode construir uma base de clientes na qual pode confiar após o fim da pandemia e ainda estar à frente de seus concorrentes.

 

Conheça e destaque seus diferenciais

Os consumidores estão a cada dia mais exigentes, o que leva à necessidade de se destacar. Desse modo, é fundamental agregar valor ao produto ou serviço prestado.

As empresas que desejam ser competitivas no mercado precisam se distinguir das demais. Para isso é preciso que o seu público-alvo reconheça os diferenciais do seu negócio.

 

Adapte, reinvente e inove

Conforme apontado pela pesquisa do SEBRAE, 31% das empresas nacionais tiveram que adaptar seus serviços para continuar competitivas.

Alguns estabelecimentos passaram a atender somente por aplicativos de entrega, outros migraram totalmente para o home office ou transformaram as lojas físicas em lojas virtuais.

Outras estratégias utilizadas por negócios são vouchers, assinaturas e promoções, como por exemplo: ‘compre agora por um melhor preço e leve o produto/serviço depois, quando normalizar a situação da pandemia’.

 

Considerações finais

De acordo com o estudo feito pelo SEBRAE, 87,5% das empresas participantes relataram que o faturamento mensal diminuiu por causa do coronavírus, enquanto apenas 2,4% tiveram um aumento nas vendas.

Sendo assim, diante dos fatos mostrados, podemos considerar que a pandemia impactou diretamente na competitividade das empresas. E os negócios que foram afetados por essa crise precisam se reinventar se quiserem continuar operando.

Vale lembrar que rever custos e concentrar esforços nas ações estratégicas da empresa também são ações relevantes para melhorar a competitividade, entre elas, a terceirização de profissionais pode ser uma ação interessante. Entenda todas as vantagens.